Nosso método único de consultoria atingiu 98,4% de aprovações em 2023

Telefone: 0800 888 2888

Como tirar visto para a Argentina: Guia completo

Bandeira da Argentina

Se está buscando lugares fáceis para viajar, então tirar visto para a Argentina pode ser uma ótima ideia. Pela proximidade e o custo não ser tão alto, ela é um destino comum para brasileiros. Além disso, como também é um país membro do Mercosul, temos alguns benefícios.

Independente se deseja estudar, trabalhar ou apenas visitar o território, a Argentina é cheia de belezas naturais e oportunidades

Continue lendo este texto para descobrir tudo que precisa sobre a autorização de viagem e vantagens que nós, brasileiros, temos.

Preciso tirar visto de turista para visitar a Argentina?

Por fazermos parte do Mercosul, recebemos um grande benefício: brasileiros não precisam de visto para visitar a Argentina. Isso facilita muito o turismo entre os países. 

Na verdade, não precisamos nem de passaporte. É possível entrar usando um documento de identidade. Entretanto, certidão de nascimento e carteira de motorista não são aceitos.

Turistas brasileiros podem ficar na Argentina por até 90 dias. Caso necessário, é possível estender esse período por mais 90 dias, mas a solicitação deve ser feita antes do tempo inicial acabar.

A extensão pode ocorrer em casos de doenças e compromissos familiares, por exemplo. Porém, é necessário apresentar documentos que comprovem o seu pedido.

De qualquer forma, 90 dias já é o bastante para se aventurar pelo país, aproveitar a culinária local e aprender mais sobre sua cultura.

Se você tem outros objetivos, como trabalhar ou estudar no país, será necessário solicitar um visto para a Argentina no consulado mais próximo.

Mulher sorridente segurando passaporte com visto para a Argentina e passagens de avião

Quais são os tipos de visto para a Argentina?

Podemos encontrar três vistos mais comuns: trabalho, estudos e de residência permanente (para viver na Argentina).

Visto de estudo

O visto para a Argentina não é necessário para cursos de férias ou que não passam de 90 dias. Nesse caso, é possível entrar no país apenas com o documento de identidade.

Porém, se você deseja fazer faculdade ou algum programa de intercâmbio mais longo, a autorização acadêmica é obrigatória.

Seu primeiro passo será ser aceito em uma instituição, pois a matrícula é um comprovante importante para a sua entrada.

A solicitação é feita através do Dirección Nacional de Migraciones. E ela não precisa ser feita muito antecipadamente. Você tem 30 dias a partir da data em que entrar na Argentina.

A documentação necessária para o procedimento é a seguinte:

  • Comprovante de matrícula;
  • Passaporte válido ou documento de identificação;
  • Certificado de antecedentes criminais;
  • Confirmação do pagamento da taxa.

Os documentos podem mudar dependendo do curso e da instituição escolhida. Estudantes de medicina, por exemplo, precisam realizar uma prova antes e usá-la como comprovação.

O visto de estudos se classifica como residência temporária. Esse tipo de autorização é válido por dois anos.

Algumas das melhores faculdades da Argentina são: Universidade de Buenos Aires, Pontifícia Universidade Católica da Argentina, Universidade de Palermo e Universidade de Belgrano.

Visto de trabalho

O visto de trabalho para a Argentina é dividido em duas categorias: 23A e 23E.

Elas são usadas por quem deseja ficar no país por mais de 90 dias e trabalhar lá. Assim como com a autorização de estudante, você precisa ser aceito em um emprego antes.

O 23E é voltado para cientistas, técnicos, gerentes e especialistas. Enquanto isso, o 23A é utilizado para qualquer pessoa que vá trabalhar legalmente na Argentina. Ou seja, ele é o mais comum. 

Nesse caso, a documentação obrigatória é a seguinte:

  • Passaporte válido;
  • Fotos do passaporte;
  • Certidão de Nascimento;
  • Comprovante de competência na área;
  • Declaração juramentada;
  • Carta convite da empresa argentina ou da empresa brasileira.

Lembrando que o seu contrato precisa estar traduzido. Recomendamos contratar um tradutor profissional, assim garantindo que o documento não conterá erros.

Ele também se classifica como residência temporária, portanto, sendo válido por 2 anos.

Visto de residência permanente

Essa categoria de visto para a Argentina é utilizada por quem deseja morar e viver no país por tempo indefinido.

Onde posso tirar esse documento? Ele pode ser solicitado em qualquer consulado argentino no Brasil ou já dentro da Argentina.

O pedido também pode ser protocolado em outras instituições, como o Departamento de Gestão de Procedimentos do Mercosul e a Direção Geral de Imigração.

Infelizmente, ele pode ter um preço bem alto, custando 300 dólares americanos. Ele é mais caro que a maioria dos vistos para os EUA.

Quem deseja solicitar o visto de residência permanente também precisa enfrentar uma grande fila de espera.

A documentação requisitada para morar na Argentina é a seguinte: 

  • Comprovante de renda ou emprego;
  • Seguro médico;
  • Prova de relacionamento familiar;
  • Documento de identidade;
  • Passaporte válido;
  • Certidão de antecedentes criminais;
  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento (se houver).

Também será necessário pedir o DNI. Ele é o documento de identidade argentino, basicamente servindo como nosso RG. Ele costuma ser utilizado para compras no cartão, entrada em festas e eventos e mais.

O DNI também é obrigatório para quem deseja trabalhar legalmente no país e requerer o CUIL (CPF argentino).

Depois de quanto tempo preciso renovar o visto para a Argentina?

Cada tipo de visto tem um tempo de renovação diferente. Você precisa pesquisar isso antes de buscar fazer esse procedimento.

Como turistas podem entrar na Argentina só com o documento de identidade, isso não é necessário para quem está apenas visitando o país. Ainda assim é muito importante respeitar o tempo de permanência de 3 meses.

Autorizações acadêmicas e de trabalho são consideradas vistos de residência temporária, portanto devem ser renovados após 2 anos.

Quem mora no país há mais tempo deve renovar a autorização de residência permanente a cada 10 anos.

O processo de renovação é muito similar à primeira solicitação, inclusive nos documentos necessários e no pagamento de taxa.

Torre monumental em Buenos Aires, na Argentina

Em quanto tempo o visto para a Argentina é entregue?

Ao ser aprovado no processo, o visto para a Argentina costuma ficar pronto em até 3 meses.

Você pode escolher duas formas de recebimento: entrega por correio ou retirada no Consulado. A primeira opção pode ser levemente mais demorada.

Em alguns casos, mesmo que escolha recebê-lo pelo correio, pode ser necessário ir ao Consulado. Geralmente, isso acontece quando você precisa fornecer documentos adicionais.

Está pronto para visitar a Argentina? Continue acompanhando nosso blog para ter acesso ao melhor conteúdo relacionado à consultoria de vistos e viagens!

 

Fonte:

https://ebras.cancilleria.gob.ar/

Siga nas redes sociais

Notícias Relacionadas

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos te ajudar?