Nosso método único de consultoria atingiu 98,4% de aprovações em 2023

Telefone: 0800 888 2888

Guia de viagem para o Marrocos: Descubra sua história e beleza natural

Casablanca Mesquita Hasan Ii, no Marrocos.

Com seus diversos mercados árabes e incríveis paisagens desérticas, o Marrocos atrai cada vez mais turistas. O país, localizado no Norte da África, é um dos principais destinos do continente.

Por ter sido colonizado pela Europa, ainda é comum encontrar muita influência europeia em diversas regiões.

Antes de uma viagem, é importante aprender mais sobre o local que irá visitar. Portanto, vamos discutir a história do Marrocos, a necessidade de visto, a segurança no país e mais.

Continue lendo se deseja tirar ainda mais proveito do seu passeio e torná-lo mais fácil.

Preciso de visto para o Marrocos?

Para a nossa sorte, brasileiros não precisam de visto para o Marrocos ao viajar como turistas. Além disso, podemos ficar no país por até 90 dias.

A única regra é que o nosso passaporte deve ter, pelo menos, 6 meses de validade no momento da viagem.

Não precisamos apresentar nenhum outro documento para entrar no país. Comprovantes de vacina também não são obrigatórios.

Não precisar de autorização para viajar diminui a burocracia do procedimento, deixando tudo mais simples e barato. Assim, você tem mais tempo para se preocupar com questões como o seu planejamento e aluguéis de carro.

É importante destacar que isso apenas é válido para viagens com objetivos exclusivamente turísticos. Brasileiros que desejam trabalhar ou estudar no Marrocos vão precisar de visto. 

Cada uma dessas motivações segue regras e requisitos diferentes. Consulte o consulado mais próximo para entender o processo completo.

Aït Benhaddo, no Marrocos

História do Marrocos

A história do Marrocos se estende por milênios. Suas raízes estão na cultura berbere, já encontrada na pré-história. Viajar a esse país é realmente uma experiência única em que você viajará a tempos muito antigos.

Muitos povos passaram pela nação, desde fenícios e romanos a árabes e mouros, aumentando sua riqueza cultural. Assim, o Islã foi introduzido no século VII, moldando parte da identidade do país.

O Marrocos é um reino governado pela dinastia Alauita desde o século XVII. Ela é uma das monarquias mais antigas do mundo.

Atualmente, as cidades marroquinas são formadas por um misto de diferentes culturas, antigas tradições e a modernidade. Todos que desejam conhecer ainda mais sobre esses aspectos podem visitar os diversos sítios arqueológicos e centros culturais.

Segurança no Marrocos

O Marrocos é um país relativamente seguro, mas ainda é preciso se atentar a algumas questões.

É recomendado tomar cuidado ao visitar medinas, parques e praias, pois roubos acontecem com frequência. Também é bom não andar sozinho de noite.

Uma dica é guardar o passaporte em um local seguro e ficar com uma cópia. Assim, caso você o perca, não terá grandes complicações.

Você pode ser convidado para conhecer novos lugares, mas, às vezes, te enganam e cobram preços extremamente caros por isso.

Mulheres, principalmente as que viajam sozinhas, devem estar atentas a riscos de assédio e abuso verbal.

Turistas LGBTQIA+ devem tomar cuidado especial. Infelizmente, o Marrocos ainda é conservador nessa questão e é crime ser parte da comunidade. É possível levar multa ou ter que enfrentar pena de reclusão de 6 meses a 3 anos.

Qual é a melhor época para visitar o Marrocos?

A melhor época para visitar o Marrocos é entre novembro e abril (final do outono, inverno e começo da primavera).

Os verões são quentes demais, sobretudo se quiser conhecer o Deserto do Saara. Portanto, não recomendamos visitar o território nessa época.

A alta temporada é de dezembro a janeiro. Se for viajar nesses meses, saiba que os custos e a quantidade de turistas serão maiores.

Mesmo que não vá no inverno, leve agasalhos. Faz muito frio no deserto pelas noites e manhãs.

Barcos na praia de Taghazout, no Marrocos.

Principais pontos turísticos no Marrocos

Marrakech

A “Cidade Vermelha” é um dos pontos turísticos mais populares do país. Suas ruas são repletas de souks, os mercados tradicionais árabes, que atraem visitantes pela sua variedade.

Ela conta com a icônica Praça Jemaa el-Fna, onde músicos, encantadores de serpentes, barracas de comida e outros artistas fazem a cidade ganhar ainda mais vida. Se você quiser comprar especiarias, esse é o lugar.

Para quem deseja um tempo mais tranquilo, o Jardim Majorelle proporciona o refúgio necessário.

O Palácio Bahia e a Mesquita Koutoubia também são destinos interessantes, onde você encontra detalhes artísticos e uma arquitetura impressionante.

Casablanca

Casablanca é a metrópole costeira e centro financeiro do Marrocos. Ela é a que melhor apresenta a mistura entre tradição e modernidade na região.

Ela abriga a belíssima Mesquita Hassan II, que pode ser visitada por qualquer um e conta com passeios guiados. Recomendamos que opte por um desses, assim seu tempo se tornará muito mais interessante e cheio de aprendizado.

Os visitantes também podem explorar um zoológico, jardins exuberantes, a deliciosa culinária local e o vibrante centro de negócios. 

Ouarzazate

Ouarzazate é conhecida como “Porta do Deserto” por encantar turistas com sua beleza desértica e herança cultural. 

Localizada entre as cordilheiras do Atlas, a cidade é famosa por suas paisagens deslumbrantes, incluindo o Vale do Draa e o deserto circundante. 

Ela também tem um segundo apelido, “Ouallywood”. Isso, pois, ela abriga diversos estúdios de cinema e foi o cenário de diversos filmes e séries, como Gladiador, A Múmia e Game of Thrones.

Essa coleção de locais torna Marrocos um dos melhores lugares que podemos visitar sem a necessidade de visto.

Gostou de aprender mais sobre esse país? A Netvistos conta com diversos guias incríveis para te auxiliar na sua próxima viagem. Continue acompanhando nosso blog para sempre ter acesso ao melhor conteúdo possível.

Siga nas redes sociais

Notícias Relacionadas

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos te ajudar?