Nosso método único de consultoria atingiu 98,4% de aprovações em 2023

Telefone: 0800 888 2888

Reino Unido anuncia taxa de entrada para turistas

Reino unido anuncia taxa de entrada para turistas

O Reino Unido divulgou recentemente uma nova medida para turistas que entrarem no país. A partir de 2024, os visitantes que não precisam de visto deverão obter uma Autorização Eletrônica de Viagem (ETA – Electronic Travel Authorization). Essa autorização exigirá que todos os turistas (exceto cidadãos britânicos e irlandeses) obtenham permissão e paguem uma taxa antes de ingressar no país. O programa será implementado em fases, começando com cidadãos do Catar ainda este ano.

De acordo com as informações do governo, a taxa para obter a ETA será de 10 libras esterlinas, aproximadamente R$ 61 na cotação atual. A ETA será válida por dois anos ou até a expiração do passaporte do titular, prevalecendo o prazo que ocorrer primeiro. O governo do Reino Unido afirma que o valor da taxa é compatível com programas similares adotados por outros países.

Para solicitar a ETA, os viajantes deverão fornecer informações pessoais básicas, detalhes da viagem, dados do passaporte, endereço de e-mail e algumas informações de segurança. O processamento das autorizações está estimado para ocorrer em um período de 48 a 72 horas e estará eletronicamente vinculado ao passaporte do viajante. Após a obtenção da ETA, os visitantes poderão permanecer no Reino Unido por até 6 meses e viajar por todo o país.

O programa de autorização eletrônica será lançado para cidadãos do Catar em 25 de outubro de 2023 e, posteriormente, para cidadãos do Bahrein, Jordânia, Kuwait, Omã, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita a partir de 1º de fevereiro de 2024. A expectativa é que o programa seja expandido para o restante do mundo até o final de 2024.

Segundo o governo, essa medida tem como objetivo fortalecer o controle de fronteiras, bloqueando possíveis ameaças ao Reino Unido, ao mesmo tempo em que fornece aos viajantes garantias sobre sua capacidade de visitar o país. No entanto, é importante ressaltar que a entrada no Reino Unido ainda pode ser negada quando o viajante chega ao país.

É relevante observar que a ETA não é um visto, mas uma permissão digital para entrada no Reino Unido. Essa autorização é semelhante ao Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (ETIAS), que será exigido para viagens à zona Schengen Europeia a partir de 2024. O governo britânico destaca que essa medida faz parte de um plano para a completa digitalização das fronteiras até 2025.

Siga nas redes sociais

Notícias Relacionadas

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos te ajudar?